“Bombas ecológicas” são lançadas do Teleférico

Cerca de 1.500 mudas com sementes nativas da Mata Atlântica vão reflorestar área atingida na tragédia de 2011
segunda-feira, 05 de junho de 2017
por Guilherme Alt

Mais de cem pessoas acompanharam neste sábado, 3, na Praça do Suspiro e do alto do Teleférico, o lançamento de cerca de 1.500 mudas com sementes de Mata Atlântica sobre uma área desmatada do Morro da Cruz. O objetivo é reflorestar a área, fortemente atingida na tragédia de janeiro de 2011. A ação marcou, em Nova Friburgo, o início das comemorações da Semana do Meio Ambiente.

O lançamento das chamadas "bombas ecológicas" foi feito por crianças, pais de alunos e professores da Escola do Sesi. O projeto ambiental Bombas de Sementes foi iniciativa da Eco Modas. Participaram o Colégio Nossa Senhora das Dores, a LBV, o Centro Educacional Souza Polleti e a Escola Sesi. 

Rita Araujo e Simone Ghizi, professoras que coordenam o projeto, afirmaram que a atividade já teve impacto no comportamento das crianças. “Nosso objetivo era estimular e conscientizar as crianças  a preservarem o meio ambiente. Desde o início do projeto elas se envolveram em tudo, algumas inclusive quiseram levar algumas dessas bombas de sementes para casa e replantar em áreas atingidas pela tragédia de 2011”, disse Simone.

De acordo com Rita, o local  escolhido para o lançamento foi justamente uma das áreas mais atingidas pelas chuvas de 2011. “As crianças estão lançando as sementes em áreas que sofreram com a tragédia. Aos poucos, vamos reflorestando com plantas nativas da Mata Atlântica todo o espaço atingido”.

Elas comemoraram o sucesso do projeto e sabem que a semente plantada hoje não foi só na terra, e sim no comportamento das crianças. “Não é uma ação momentânea. Ela é válida para a vida toda. As crianças vão carregar essa consciência para o futuro, que é o nosso maior objetivo”, disseram.

A iniciativa pretende promoveu oficinas com alunos da rede pública de ensino para a produção de “bombas ecológicas” utilizando argila, adubo orgânico, água, sementes e plântulas (embrião vegetal já desenvolvido) de espécies nativas da Mata Atlântica.

 

 

LEIA MAIS

Ação civil pública ainda não teve mérito julgado, mas escritório pode fechar as portas já em dezembro

Friburguense planeja finalizar sozinho, ainda neste sábado, coleta de todas as garrafas de vidro deixadas no local

Via foi aberta em área de Mata Atlântica entre Nova Friburgo e Bom Jardim para criação de cavalos e produção agrícola

  • Mudinhas nas mãos de mãe e filha, subindo o Teleférico (Foto: Leo Arturius)

    Mudinhas nas mãos de mãe e filha, subindo o Teleférico (Foto: Leo Arturius)

  • Fila para subir num dos pontos turísticos mais apreciados da cidade (Foto: Leo Arturius)

    Fila para subir num dos pontos turísticos mais apreciados da cidade (Foto: Leo Arturius)

Publicidade
Agora Faz