Bazar no Country Clube ajuda o Hospital Maternidade

Evento é promovido por uma mãe. Sábado teve ainda Feira Grátis da Gratidão e ação social da Igreja na praça
sábado, 25 de novembro de 2017
por Guilherme Alt
Foto de capa
Doceiras no bazar de apoio à Maternidade (Divulgação)

Um bazar neste sábado, até as 18h, no salão social do Nova Friburgo Country Clube, está sendo realizado em benefício do Hospital Maternidade de Nova Friburgo. Depois de passar mal durante a gravidez, Katia Kistler Vidal foi socorrida no Hospital Maternidade. Lá encontrou diversos problemas estruturais. Por conta disso, Katia passou a ajudar o hospital organizando diversos eventos beneficentes como  este, batizado de “Ajudar Faz Bem”.

“Quando o Vicente fez 1 ano, no aniversário dele eu pedi aos convidados que me dessem fraldas para que eu pudesse doar  para o hospital. Conseguimos arrecadar um numero bom. No inverno nós arrecadamos uma quantia boa e em parceria com algumas costureiras, fizemos mantas para os bebês. Eu vi que a maternidade precisava de ajuda e resolvi fazer esses eventos”.

Para o bazar deste sábado, Katia conseguiu doações de várias lojas da cidade. São cerca de dez estabelecimentos que compraram a ideia de Katia. “Nós recebemos muitas doações de roupas, sapatos, tortas, flores e vamos vender a um preço mais barato do que o normal. O dinheiro arrecadado será todo destinado a maternidade”, afirma.

Gratidão também na Praça Getúlio Vargas

A última edição da Feira Grátis da Gratidão de 2017 aconteceu na manhã deste sábado, 25, na Praça Getúlio Vargas. A feira é realizada sempre no último sábado de cada mês, em frente ao chafariz. O lema é: "Levar o que quiser (ou nada) e deixar o que quiser (ou nada)". Assim mesmo, simples.

“No final de dezembro as pessoas estão viajando ou recebendo visitas em casa e por isso a feira perde movimento. Mas em janeiro estaremos aqui novamente para levar a gratidão, o amor e a paz, às pessoas”, afirma um dos organizadores, Emílio Alonso.

“Nós estamos aqui para praticar o desapego, mas não é só a doação material, é doar a presença, um abraço, uma conversa. As vezes nós temos um advogado para dar uma força a quem precisa ou uma professora de dança que da uma aula.”, completou Ivanilce Gripp.

A feira, até as 15h, é um encontro de pessoas que acreditam no amor ao próximo, na gratidão, na gentileza, no consumo sustentável, no consumo colaborativo, que acreditam que a escassez é uma ilusão.

Igreja promove ações sociais

Já na Praça Dermeval Barbosa Moreira houve a primeira Ação Social - Uma Catedral em Saída. O evento, também até 15h, reuniu diversas atividades interativas. A professora de Educação Física Prissi Cordeiro deu uma aula de ginástica e alongamento. Houve também atividades como orientação jurídica, aferição de pressão arterial e glicose, orientação e cadastro do Bolsa Família, informações sobre prevenção do HIV e apresentações de louvor.

“Estamos seguindo o que o Papa Francisco pediu, uma Igreja em Saída, que encontra e tem contato com as pessoas. Por isso o tema “Catedral em Saída”, porque é uma Catedral que se preocupa não apenas com o discurso, mas também em fazer gestos concretos.”, explicou Padre Cláudio.

De acordo uma das organizadoras do evento, Ivete Regina de Lima, o objetivo da ação social é resgatar a autoestima das pessoas. “A gente quer ajudar as pessoas mais necessitadas, queremos cuidar não só da alma, mas do corpo. Hoje as atividades que estão acontecendo aqui são importantes para que quem for assistido cuide da saúde e resolva algum tipo de problema”.

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: