Ascof divulga e premia os campeões do ranking geral

Alexandre Pereira e Patrícia Huback foram os destaques da última temporada da associação
terça-feira, 30 de janeiro de 2018
por Vinicius Gastin
Foto de capa
Alexandre Pereira e Patrícia Huback: os atletas mais regulares

Após uma temporada recheada de grandes eventos, a Associação de Corredores Friburguenses (Ascof) divulgou os resultados do ranking geral, premiando os atletas mais regulares durante as atividades desenvolvidas pela entidade. E no ano em que completou três décadas de existência, a Ascof teve Alexandre Pereira, com 4.985 pontos, como o melhor atleta entre os homens. Já Patrícia Huback, com 3.516, foi quem mais brilhou entre as mulheres.

O circuito foi marcado por provas de qualidade e diferenciadas, cada uma com suas características e foco. A primeira foi em março, a Corrida da Mulher & admiradores, seguida da Friburgo Meia Maratona, em abril. Em junho, duas grandes provas marcaram o calendário: a Corrida pelo Meio Ambiente Águas de Nova Friburgo e a Corrida de São João.

Já em agosto, o destaque foi a Corrida dos Bancários, e em setembro, o Desafio da Mata Atlântica, contemplando aqueles que apresentaram maior capacidade de resistência. No mês de outubro a Corrida pelos 30 anos da Ascof marcou a festa por um ano especial, encerrado pelo Desafio Guerreiros da Serra.

De acordo com a Ascof, 654 atletas participaram de pelo menos uma das etapas do circuito, e 58 deles sobressaíram e se classificaram para a classificação geral ou para uma de suas categorias. Números que reforçam e comprovam a importância e grandeza do trabalho realizado pela Ascof ao longo dos últimos 30 anos.

Entre os homens, além de Alexandre, se destacaram José Alberto Pinheiro, com 4.942 pontos, e Emerson Santos, 4.705, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Entre as mulheres, Monique Folly (3.231 pontos) e Janaína Lobato (3.160) ficaram atrás apenas da campeã Patrícia. Na categoria de 20 a 24 anos, a vencedora Jéssica da Paixão, e de 30 a 34, Tanila Gouveia. Já entre 35 e 39 anos Débora Gripp faturou a primeira colocação.

Primeiras do ano

Em 2018, novos desafios estão por vir, e a promessa é de mais um calendário repleto de atividades e eventos. O primeiro deles já está definido: o CarnaRun, como detalhou A VOZ DA SERRA na última quinta-feira, 25. Logo depois, no mês seguinte, acontece a Corrida da Mulher & admiradores, no dia 4 de março, um domingo, com largada e eventos na Praça Dermeval Barbosa Moreira. O local, inclusive, é a primeira das novidades reservadas para mais uma edição da prova, que aconteceu no Espaço Arena no ano passado.

O regulamento deve sofrer poucas alterações com relação às opções de percursos. As provas de dez ou cinco quilômetros de caminhada (esta segunda opção apenas para as mulheres) provavelmente serão mantidas. Desenvolvida para marcar a importância da mulher na sociedade moderna, a corrida possui algumas peculiaridades. Em 2017, as campeãs no geral na prova de cinco e dez quilômetros, por exemplo, antes de irem ao pódio, percorreram uma passarela vestindo roupas e acessórios de empresas patrocinadoras da corrida.

A divisão dos participantes geralmente é feita por faixas etárias. Todos os atletas que cruzarem a linha de chegada de forma legal, cumprindo as determinações deste regulamento, serão premiados com medalhas de “finisher”. Em 2017, nos cinco quilômetros feminino, a vitória foi de Joelma Conceição da Silva, da Ascof. Entre os homens, Reginaldo Azevedo conquistou a medalha de ouro.

A Associação de Corredores Friburguenses surgiu há três décadas em Nova Friburgo, e desde então, a restrição do acesso à corrida no município foi quebrada. O sonho do professor de educação física José Augusto Teodoro moveu também a esperança de quem gostaria de abandonar o sedentarismo e melhorar a qualidade de vida. Desde então a história passou a ser escrita por capítulos dos mais diversos, com direito a um processo de reestruturação nos últimos anos, com o aumento do número de filiados em pelo menos três vezes.

“Nova Friburgo já tinha uma pequena tradição em corridas. E também contava com uma associação, a Aconf, presidida pelo dr. Carim, que estava encerrando as atividades. Procurei o Paulo Macedo, o melhor corredor que já passou por terras friburguenses, e fundamos a Ascof no coreto do Paissandu, com a presença de sete atletas. É algo que extrapolou o nosso município”, relembra o professor José Augusto, fundador e presidente da associação.

A associação foi fundada em 15 de setembro de 1987, e nesse período já recebeu e formou muitas gerações de corredores. O primeiro evento foi realizado na antiga área de mata, onde atualmente está a Via Expressa, em Olaria. A prova no estilo “country” aproveita o ambiente natural, que posteriormente deu lugar à importante via alternativa que liga Olaria ao Cônego e vice-versa. A Ascof comemorou as três décadas com a Corrida de Aniversário, em outubro de 2017. A largada aconteceu na Praça Marcílio Dias, onde foi realizada a reunião para a fundação da entidade.

O grupo treina regularmente no estádio Eduardo Guinle, e periodicamente, realiza os chamados “treinões” pelas avenidas da cidade. Algumas confraternizações são feitas pelo grupo, a exemplo de cafés da manhã, festas juninas e outras celebrações em datas comemorativas.

Publicidade
Agora Faz
TAGS: