Alberto Braune lota para desfile da Independência

Com laterais da avenida tomadas de gente, celebrações começam às 8h30, com bandas tocando até Daft Punk
quinta-feira, 07 de setembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Com as laterais da Avenida Alberto Braune tomadas de gente, começou às 8h30 desta quinta-feira, 7 de setembro, o desfile cívico-militar de Independência, com a participação de diversas entidades, instituições e escolas de Nova Friburgo. Os alunos do Colégio Canadá entraram na avenida ao som de "Get lucky", de Daft Punk, tocada pela banda marcial da escola.

Organizado pela Secretaria municipal de Turismo e a Marinha do Brasil, através do Sanatório Naval, o evento começou com o hasteamento das bandeiras oficiais, às 8h30, em frente à prefeitura.

As primeiras a entrar na avenida foram as representações militares. Ao som das bandas Euterpe Friburguense e do Sanatório Naval, desfilaram o Tiro de Guerra, a Polícia Militar, os Bombeiros, a Defesa Civil e a Guarda Municipal.

Em seguida desfilaram as entidades civis: a Associação das Colônias de Nova Friburgo (Ascofri), os colégios Canadá e Galdino do Valle, as escolas municipais Dermeval Barbosa Moreira, Padre Rafael, Odette Penna Muniz e o Colégio Nossa Senhora das Mercês. Os alunos do Ponto de Cultura de Olaria e os ex-alunos do Colégio Anchieta e da Fundação Getúlio Vargas encerram o evento.

Mudanças no trânsito

De acordo com a Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana, para realização do desfile, o trânsito será interrompido em algumas vias. A Avenida Alberto Braune será fechada da 0h às 13h. A interdição se refere tanto ao estacionamento público quanto ao de carga e descarga. O mesmo ocorrerá na Praça Dermeval Barbosa Moreira, da esquina da Rua Dante Laginestra ao encontro com a Avenida Alberto Braune (próximo ao Ienf). As ruas Augusto Severo, Lopes Trovão, Gonçalves Dias e Leuenroth ficarão em mão dupla também da 0h às 13h.

Protesto

O desfile da Independência ainda deve ser marcado por protesto. Um grupo de friburguenses responsável por cobrar a construção de ciclovias no município vai se manifestar nesta quinta-feira. De acordo com os organizadores do movimento, eles vão partir às 10h, de frente da sede da prefeitura, na Avenida Alberto Braune, e vão seguir até o Centro de Turismo, na Praça Dermeval Barbosa Moreira.

“Estimamos que mais de 200 ciclistas vão participar do ato. Pedimos que quem for participar leve um quilo de alimento não perecível. A princípio, será até o Centro de Turismo, mas podemos estender o percurso, depois do desfile, até o distrito de Conselheiro Paulino”, afirmou o ciclista Arnoldo Borges, em entrevista ao A VOZ DA SERRA na última quarta-feira.

No fim de agosto, o grupo realizou um ato, com uma faixa e placas de sinalização na Praça Marcílio Dias, rotatória do Paissandu, para pressionar o governo pelas prometidas ciclofaixas no eixo que liga Conselheiro Paulino a Olaria e em outras regiões da cidade. Em maio passado, mais de 300 ciclistas pedalaram do Centro até Conselheiro e Olaria em protesto e entregaram um abaixo-assinado ao prefeito Renato Bravo.

O governo municipal tem um projeto de ciclovias orçado em R$ 5 milhões para cidade. Faltam, no entanto, recursos para realizá-lo. Como A VOZ DA SERRA revelou no mês passado, metade desse valor já teria sido garantido pela vereadora Vanderleia Lima (DEM), através de uma emenda do deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM). O dinheiro só deve ser liberado no próximo ano.

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: