Regina Braune

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

O dia

Em 29 de dezembro de 2001, morreu a cantora Cássia Eller, aos 39 anos, vítima de  infarto. Cássia Eller é considerada até hoje uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos.

Observando...

Cinco notícias que, talvez, você não viu

  • Mais ricos do mundo somaram mais US$ 1 trilhão às suas fortunas em 2017
  • Maduro atribui falta de pernil no Natal venezuelano a sabotagem
  • Processo nos EUA contra Apple por lentidão de iPhones pede US$ 999 bilhões
  • Primeiro submarino aliado afundado na 1ª Guerra Mundial é descoberto após 103 anos
  • Flamengo teria procurado Renato Gaúcho já pensando no substituto de Rueda

Palavreando

É só o infinito ao meu redor, é só a eternidade em meu relógio.

Regina Braune

Arquiteta, esposa, mãe. Acima de tudo mãe, daquelas que declaradamente cuidam de sua cria como leoa que os protege mesmo que não necessitem de proteção. Mãe do Léo e do Bernardo com quem tive convivência ímpar nos tempos de Anchieta e para lá do Anchieta.

Recordo-me com carinho da formatura dos dois filhos em que ela queria que tudo saísse com perfeição. Não apenas para os filhos dela. Mas para todos os amigos dos filhos que acabariam por ser seus protegidos também. Imaginem como ela tratou do casamento do seu filho mais velho... Certamente, um dos dias mais felizes da sua vida. Regina tem talento de mãe e não abdicou de seus sonhos como os filhos podem insinuar, porque seu sonho sempre foi Leonardo e Bernardo.

Chama a atenção seu grande espírito coletivo. Regina é o tipo que não esconde suas aflições com nada e se mostra disposta a ajudar de alguma forma a alterar aquilo que não está certo ou que precisa ser justo. Nossa última conversa, depois de falar dos filhos, me perguntou: “Wanderson, o que posso fazer para te ajudar a mudar esse Estado?” Indignada, Regina disse de maneira veemente: “quero te ajudar, as coisas não podem ficar desse jeito”. Essa é a Regina que muitas das vezes na sua simpatia tagarela conquista a todos com carisma genuinamente materno.   

Por isso, acima de tudo mãe. Mãezona como amiga, como esposa, como parente, como arquiteta, como cidadã. Regina Braune é assim. É o tipo de pessoa que acolhe e faz dos que abraça pertencentes de sua biografia. Trajetória de arquiteta, ativista, engajada e de espírito coletivo que se encerra. Fica, no entanto, intacta e ininterrompida a história da amiga, esposa e mãe se perpetuando nos amigos, no seu esposo Bernardo e na extensão dela mesmo no Keké e no Léo. Fica seu exemplo de cidadã.  

É! A vida prega surpresas, muita das vezes desagradáveis, porque as fatalidades também fazem parte da vida. Mas nem por isso devemos olhar para o tempo com tristeza. Se mudar a perspectiva, entendemos que “a vida é feita para se morrer dela”. Agradecer cada instante mágico construído. Respeitar o inusitado que nos traz a esse mundo, nesse tempo-espaço; o mesmo inusitado que nos tira dele para um novo tempo-espaço, em outras esferas. Para quem fica há que se compreender: quando alguém se vai, é preciso deixar ir, mas não necessariamente deixar ir junto tudo aquilo que se viveu ou gostaria de ter vivido. A ausência se fará presente e o modo de ser e viver de Regina Braune estará para sempre no coração de muita gente.

Obrigado, Regina!  

Ponte

Atenção motoristas friburguenses que transitam diariamente pela Ponte Rio-Niterói: a partir do dia 15 de janeiro, os radares instalados na via passarão a gerar multas a quem ultrapassar os 80 quilômetros por hora. Os radares já estavam instalados, mas ainda sem operação. São quatro radares em cada sentido que usam tecnologia de laser para aferir a velocidade dos carros. Um raio de luz é emitido pelo equipamento, que reflete no veículo, permitindo que o equipamento calcule instantaneamente a velocidade.

Multas

Ultrapassar o limite de velocidade em até 20% é considerado uma infração média, com perda de quatro pontos na carteira e multa de R$ 130,16. Se o motorista ultrapassar o limite entre 20% e 50%, é considerado uma infração grave, com perda de cinco pontos e multa de R$ 195,23. Mas se houver ultrapassagem da velocidade acima de 50% do limite, é considerada infração gravíssima, com suspensão da carteira e multa de R$ 880,41.

Prevenção a desaparecimento

O Programa SOS Crianças Desaparecidas realiza neste fim de ano uma ação de prevenção contra o desaparecimento de crianças e adolescentes, na Rodoviária Novo Rio. Estão sendo distribuídas pulseiras de identificação e material informativo, a fim de conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao desaparecimento de crianças neste período de grande circulação de pessoas no estado, devido às festas de fim de ano e férias.

Campanha Boa Viagem

O Detran deu início a campanha Boa Viagem, programa educativo que tem como objetivo divulgar as normas de um trânsito seguro para as festas de fim de ano e férias. Todo o material educativo foi distribuído entre as 28 Ciretrans espalhadas pelo estado.

Kit educativo com mapa

O kit educativo contém folhetos com dicas de atenção e concentração no trânsito e check-list de manutenção preventiva dos veículos, além de orientações específicas para motociclistas, descrição dos principais serviços do Detran e um mapa das estradas do Estado do Rio de Janeiro, além de uma lixeirinha para carros.

Publicidade
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.