Feira de absurdos como nunca antes

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Hoje é dia

  • do Defensor Público

O dia

Em 19 de maio de 2002, o papa João Paulo II canonizou Madre Paulina, a primeira santa brasileira, na Praça de São Pedro, em Roma. A religiosa nasceu na Itália, mas veio para o Brasil ainda criança.

Observando...

Cinco notícias que talvez você não tenha visto

  • Movimentos de direita e de esquerda pedem renúncia de Temer
  • Técnica do Brasil na Rio-2016 é a nova ministra do Esporte da França
  • Facebook é multado em R$ 384 milhões por informação incorreta na compra do WhatsApp
  • Torcida do Paysandu se desculpa por chamar rival de gay e abre bandeira LGBT
  • Vasco lança camisa comemorativa em homenagem ao gol 1.000 de Romário

Palavreando

Olhares trocados, palavras compartilhadas, mãos tocadas, abraços doados, jeitos imitados, sorrisos conquistados e também lágrimas. Essas trocas é que fazem a vida ser excitante.

Brasil, mostra a tua cara!

Escrevo enquanto fatos novos podem estar ocorrendo aos berros. Ainda ontem, ia escrever que Trump cairia antes do Temer. Agora, a única suspeita que posso ter é que o Vasco, se cair no Brasileiro, é só no final do ano. Na Libertadores, o Flamengo é quem caiu antes de todo mundo. A brincadeira futebolística ilustra bem como o brasileiro é capaz de fazer piada e carnaval de suas desgraças. Difícil é sorrir sinceramente disso tudo.

A feira de absurdos está instalada como nunca antes. Nela, nada - absolutamente nada - é impossível. Do imprevisível, uma certeza: não dá mais para o Temer, nem para o Aécio! Do mesmo imprevisível, um sonho: votar para presidente em eleições diretas. A questão é como resolver a questão constitucional. A mesma Constituição que tem sido rasgada em tempos de esbórnias. Usá-la ao bel-prazer do povo não seria agora insulto. Vale o risco! Até para brecar a excepcionalidade cotidiana que visita insistentemente a política e a justiça brasileira afetando a todos.

O Brasil está ao avesso e para ser retomado terá que vencer o grande desafio de sua história. Se rever, inclusive, como povo. Nesses tempos, a economia será estraçalhada com sério risco social. Mas se passar pela tormenta é necessário para chegar ao cais, que naveguemos nessas águas turbulentas e turvas que se clareiam cada vez que nos aproximamos mais do porto. Pena que a terra firme ainda parece longe. Rememos sem temor com a sapiência de que o ideal é a eleição direta, mas que ela por si só, independentemente da escolha, não resolve. Um projeto verdadeiro de País é necessário com foco nas pessoas.

Antes ou mesmo concomitante, no entanto, é preciso: tomar as ruas; devolver o Brasil aos bons brasileiros; defender a democracia; pedir mais que a queda de Temer - as eleições diretas - única solução diante de uma linha sucessória tão comprometida e um Congresso tão contestado.

Eu não sei qual o futuro, mas tenho certeza de que passou da hora de lutar pela libertação deste País. Uma nova independência! Brasil, chegou a hora de mostrar tua cara!

Baleia Azul (1)

O estado do Rio de Janeiro tem três vítimas confirmadas do Baleia Azul. A Delegacia de Repressão a Crimes de informática (DRCI) investiga suspeitas de aliciamento de jovens para o jogo conhecido como Baleia Azul. Segundo denúncias, organizadores do jogo induzem crianças e adolescentes, pelas redes sociais, a cumprirem desafios, que incluem atos de automutilação, como desenhar uma baleia no antebraço com objeto cortante, e até suicídio.

Baleia Azul (2)

Segundo a delegada Fernanda Fernandes, responsável pela investigação, a Polícia Civil instaurou o chamado inquérito-mãe para apurar todos os casos de vítimas no Estado do Rio. Nos outros estados do país, os casos são analisados um a um. Os casos foram confirmados através do serviço de inteligência da Polícia.

Bilhete Único intermunicipal

Faltam poucos dias para o fim do prazo de cadastramento do Bilhete Único Intermunicipal. 88% dos usuários correm o risco de ter o benefício suspenso, a partir do dia 25, porque ainda não se cadastraram. Para usufruir do desconto tarifário, o usuário deve comprovar renda mensal de até R$ 3 mil.

Exploração sexual (1)

A Secretaria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI) lançou nesta quinta-feira, 18, a campanha estadual de enfrentamento do abuso e da exploração sexual de crianças e jovens. Com o slogan “Contando um conto – Cuidando de nossas Crianças e Adolescentes”, a campanha pretende informar e orientar, de forma lúdica, pais e filhos sobre como perceber e evitar que menores de idade sejam vítimas de pedofilia.

Exploração sexual (2)

As denúncias de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas no conselho tutelar mais próximo ou para o Disque-Denúncia Nacional – Disque 100, um serviço de utilidade pública, que recebe e encaminha denúncias de violências contra meninos e meninas. A ligação é gratuita, e o usuário não precisa se identificar. O Disque 100 funciona todos os dias, das 8h às 22h.

Publicidade
Agora Faz
URL da coluna:
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.