Corinthians deixa o Brasileirão sem graça

Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

terça-feira, 08 de agosto de 2017

Hoje é dia

  • dos bandeirantes
  • do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
  • estadual do sindicalista

O dia

Em 1974, Richard Nixon renunciava à presidência dos Estados Unidos. Sob ameaça de impeachment, por ter dado aval à espionagem da sede do Partido Democrata em Washington, Nixon foi o primeiro e até hoje único presidente dos EUA a renunciar.

Observando...

Cinco notícias que talvez você não tenha visto

  • Brasileiros são o 2º povo mais barrado em aeroportos na Europa
  • Reino Unido deve pagar 40 bi de euros para deixar União Europeia
  • Haddad descarta candidatura e diz que Lula é única opção
  • Engenheiro do Google diz que faltam mulheres na tecnologia por questões 'biológicas'
  • Elenco de Carinha de Anjo sofrerá desmanche e SBT dispensará 40

Palavreando

Competência tem que ser julgada, atuações comparadas e honestidade não é qualidade – é obrigação. A neutralidade é um pecado tão grave quanto o da omissão.

Corinthians deixa o Brasileirão sem graça

O Corinthians deixa o Brasileirão sem graça, não porque está sobrando na competição em termos de pontuação. Mas pela forma em que está sobrando. Não é um time que enche os olhos. Não é uma equipe que jogue futebol bonito. Não apaixona, pois não é envolvente. O Corinthians é apenas um time de resultado. Joga com o regulamento embaixo do braço. Usa a lógica de não tomar gols e fazer o suficiente para somar três pontos. No futebolês é o clássico time que briga para fazer meio a zero. É matemático.

Há que se reconhecer, no entanto. É o primeiro time que termina o turno dos pontos corridos de maneira invicta. Já começa a achar que não é impossível que se torne o 2º campeão brasileiro invicto da história. O Internacional é o único, em 1979. Mas com outra lógica. A competição teve poucos jogos e uma fórmula esdrúxula. Tanto é que na grande final daquele ano, o Vasco chegou na decisão também invicto. Por pontos corridos, imaginar um campeão invicto é de fato um feito. Vamos aguardar. Nunca foi tão possível.

Enquanto o Corinthians caminha a passos largos para ser campeão, podemos dizer que apenas mais duas equipes podem ainda sonhar. Grêmio e Santos. Dali para baixo, a briga é por vagas na Libertadores. E assim a competição também caminha a passos largos para vagas na Libertadores e luta contra o rebaixamento. Com um adendo: assim como o Corinthians deve ser campeão, o Atlético-GO se consolida como um dos possíveis rebaixados, restando portanto três vagas na recusável segundona.

Diria ainda que os quatro do Rio estão mais para lutar por Libertadores do que contra o rebaixamento. Com Flamengo mais para Libertadores e Vasco, Botafogo e Fluminense para a meiuca da tabela. Que o campeonato possa melhorar no 2º turno em termos de competitividade para que as emoções não se restrinjam apenas aos que montam times no Cartola.

Friburguense

O empate sem gols diante do Serramacense não foi o único placar adverso para o Friburguense na rodada do fim de semana. Todos os seus adversários diretos venceram. Assim, a calculadora se tornou fundamental na luta pela classificação para as semifinais. Três pontos separam o time da zona de classificação. Mas entre esses três pontos há quatro equipes: Tigres, Artsul, Barra da Tijuca e Duque de Caxias. Olho na partida de todos eles.

Eduardo Guinle

O fator casa pode ser decisivo. Das cinco partidas restantes, o Friburguense joga em seu domínio três vezes. Sai para enfrentar o Barcelona e o Audax. Recebe Itaboraí, Americano e Carapebus. No entanto, Tigres e Serrano, times que estariam hoje com a classificação, também jogam três em casa.

Goyta, Audax e Americano

Os dois melhores de cada grupo fazem as semifinais do turno. Os dois que mais pontuarem além dos campeões de turno vão às semifinais gerais que definem os dois que sobem para a elite. Vagas essas que hoje estariam com Audax e Americano. O Friburguense ocupa a 7ª posição geral. O Goytacaz, campeão do 1º turno, já está garantido nas semifinais gerais. O rebaixamento está praticamente definido: Barra Mansa, Queimados e São Cristóvão estão caindo para a terceirona. 

Cervejas da Serra

Capital recebe evento destinado a marcas de cerveja produzidas em Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis. A partir de quinta-feira, 10, até domingo, 13, o Via Parque Shopping promove palestras gratuitas com mestres cervejeiros e uma feira com rótulos de grandes produtores e fabricantes artesanais da Região. As palestras atendem tanto quem já é familiarizado com o universo das artesanais quanto os iniciantes na arte cervejeira. 

Foto da galeria
#NovaFriburgoOMelhorFriodoRio - A lua entre as árvores no Cônego e em mais uma noite fria de Nova Friburgo
Publicidade
Agora Faz
TAGS:
Wanderson Nogueira

Wanderson Nogueira

Observatório

Jornalista, cronista, comentarista esportivo, já foi vereador e agora é deputado. Ufa! Com um currículo louvável, o vascaíno Wanderson Nogueira atua com garra no time de A VOZ DA SERRA em Observatório, sua coluna diária.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.