Por que viajar para longe se o paraíso fica aqui tão perto?

Renata de Rivera

Meu Bairro Sustentável

O projeto do núcleo Meu Bairro+200 idealizado por Renata de Rivera visa tornar Nova Friburgo uma cidade sustentável. Sua coluna traz dicas de ações por uma cidade mais limpa, com menos lixo e poluição e uma vida mais saudável.

terça-feira, 05 de dezembro de 2017

A 34 quilômetros do centro de Nova Friburgo, o distrito de São Pedro da Serra, com seus cerca de quatro mil habitantes é sinônimo de organização, beleza e lazer. A simpática localidade oferece diversas pousadas, restaurantes e trilhas ecológicas. Eventos, artesanato e pizza de massa de aipim. Segurança, conforto e aconchego. Verde, tranquilidade e simpatia.

Como se já não fosse suficiente, atualmente o distrito de São Pedro da Serra também tem sido reconhecido pelo associativismo. A organização é tanta que foram criadas três associações: a comercial e industrial, a de moradores e a associação de agricultura. Demonstrando união, como dizem os próprios líderes da comunidade. Eles alegam que com três associações, cada uma delas pode cuidar com mais assiduidade dos assuntos de interesse do distrito.

Motivos não faltam para qualquer “gringo” ou nativo ser apaixonado por São Pedro. Qualquer um se impressiona ao ver como o distrito é limpo, organizado e ornamentado. Já a escola municipal chama a atenção pela riqueza de detalhes. Pinturas em telas por todos os lados, obras de arte criadas pelos pequenos alunos do ensino fundamental I, lindos e doces brinquedos e enfeites feitos de todo tipo de material reutilizado. São detalhes que encantaram pais, professores e visitantes de tal maneira que quem por lá passa, não sente vontade de ir embora. As lixeiras de coleta seletiva estão espalhadas por toda a escola e os banheiros, impecavelmente limpos.

Do outro lado da rua, em frente à escola, árvores e flores são cultivadas pelos próprios moradores. A quadra de esportes tem sua manutenção também feita por eles e a ATI (Academia da Terceira Idade), segundo a comunidade, foi comprada com seu próprio recurso. E assim, com essa união, esse sentimento de associativismo e pertencimento, a comunidade segue a cada dia realizando novas conquistas, e melhorando sempre mais aquele pedacinho do paraíso.

Para refletir

São Pedro da Serra, Amparo e Córrego D’antas são exemplos de superação, união e associativismo. A nova expressão que está na moda, os famosos “cases de sucesso”, se aplica muito bem à essas comunidades. Meu questionamento é: o que diferencia locais como os citados do restante da cidade? Por que certas coisas funcionam tão bem em um bairro e já em outros acontecem de forma oposta?

A conclusão que eu chego é que um bairro só pode funcionar bem quando a comunidade a ele pertencente é unida. Uma comunidade desunida pode receber o recurso que for que ele nunca será suficiente. Enquanto cada morador pensar apenas em seu próprio benefício, sem olhar ao redor e enxergar a calçada, a pracinha do bairro como o quintal de sua casa, as coisas sempre funcionarão desta maneira. Não adianta eu construir ou reformar minha linda casa e jogar os entulhos no terreno baldio em frente. Limpar o ornamentar cada cômodo da minha residência, lavar meu carro a cada fim de semana e jogar lixo na via pública, me comportando no espaço público como jamais me comportaria dentro do meu lar.

Nosso desafio é fazer com que cada cidadão entenda que nosso lar não consiste apenas nos poucos metros quadrados em que dormimos, nos alimentamos e assistimos a TV. Nosso lar consiste em todo lugar que habitamos, utilizamos, existimos e dele dependemos. Nosso lar é o meio. Nosso lar é o ambiente. Nosso lar é o planeta Terra.

Seja um parceiro do Meu Bairro Sustentável!!!
Contatos: 22 999383408
e-mail:meubairrosustentavel@outlook.com
facebook.com/meubairrosustentavel
facebook.com/disqueoleousado

Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Renata de Rivera

Meu Bairro Sustentável

O projeto do núcleo Meu Bairro+200 idealizado por Renata de Rivera visa tornar Nova Friburgo uma cidade sustentável. Sua coluna traz dicas de ações por uma cidade mais limpa, com menos lixo e poluição e uma vida mais saudável.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.