OAB em ação

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Para pensar:

“Por vezes é penoso cumprir o dever, mas nunca é tão penoso como não cumpri-lo.”

Alexandre Dumas

Para refletir:

“Escolhe como amigo aquele que te ultrapassa e não aquele que ultrapassas.”

Provérbio Tuareg

OAB em ação (1)

A presidente da 9ª Subseção da OAB, Mônica Bonin, entrou em contato com o Massimo para compartilhar o calendário de eventos promovidos ao longo deste que é o mês dos advogados.

Muitos dos eventos já aconteceram, como o importante debate a respeito da “Reparação da Escravidão Negra e Trabalho Escravo”, realizado no dia 4.

Houve ainda palestras sobre as reformas trabalhista e da previdência, e também do Código Penal.

OAB em ação (2)

A programação, contudo, ainda reserva iniciativas voltadas à classe e à sociedade.

Amanhã, 18, por exemplo, acontece o Baile da 9ª Subseção, a partir das 22h no Caledônia Montanha Clube.

Já no dia 25, a partir das 9h da manhã, Darlan Barroso apresentará um workshop sobre como se preparar para o exame da OAB, no próprio auditório da instituição.

Por fim, no dia 26, Benizete Ramos de Medeiros apresentará um seminário sobre a reforma trabalhista, também no auditório da OAB, das 9h às 13h.

Problema crônico

O leitor Fernando Teixeira ecoa mais uma vez este que é um problema crônico em nossa cidade.

“Gostaria de saber qual a posição dos órgãos competentes com relação ao barulho insuportável que algumas motos andam fazendo em Nova Friburgo. Além de prejudicar a saúde de todos nós moradores, expulsam os turistas com sua atitude prepotente e excesso de velocidade por toda a cidade. O mais impressionante é que não tem hora nem lugar para que eles ensurdeçam e incomodem a população.”

Fala, leitor!

Por duas vezes o leitor Cláudio Leite Ribeiro já escreveu à coluna questionando o valor (R$1,3 milhão) destinado à obra de ampliação da ponte que dá acesso ao bairro São Geraldo.

O Massimo não teve chance de analisar o projeto, nem tem competência técnica para avaliar se o valor é ou não elevado ao que a intervenção se propõe.

Espaço aberto

O máximo que o colunista pode fazer é manifestar sua confiança na atual gestão da EGCP e abrir espaço para que o governo dê maiores detalhes sobre a obra, a fim de prestar contas a moradores ou contribuintes de outras áreas sobre o que será feito, como e quando.

Indiscreta

Em Las Vegas não seria nada demais.

Mas por aqui é algo que chama a atenção.

Muita gente ficou encafifada com a presença de uma bela limusine Chrysler cruzando nossas ruas na manhã desta quarta-feira, 16.

A “centopeia”, como foi chamada, logo foi parar no Facebook, e virou um dos assuntos do dia.

Desafiou

Sem perder tempo um internauta, com aquele bom humor que nos é característico, emendou o desafio: “Quero ver subir a Rua Piauí”!

Pois é, não ia ser fácil mesmo.

Respostas

Os leitores do Massimo estão cada vez mais afiados.

Bastou a amiga Regina Lo Bianco fotografar a Mitra Diocesana para que José Nilson, Silvio Poeta, Rodrigo Inácio, Stenio de Oliveira Soares, Raquel Souza, Manoel Faria, Gilberto Éboli e Rosemarie Künzel enviassem respostas corretas.

Como de hábito, se alguma chegar após o fechamento desta edição, será incluída na próxima coluna.

Parênteses

Apesar do capricho da fotógrafa, não há nada que possa ser feito em relação a esta lamentável fiação que polui nossas paisagens.

Às portas dos duzentos anos, este é o tipo de assunto que não pode cair no esquecimento, e certamente teria respaldo por parte de emendas orçamentárias, tanto mais em ano pré-eleitoral.

Fica a sugestão.

Pergunta

O desafio de hoje foi proposto pelo leitor Stenio de Oliveira Soares, entusiasta da brincadeira.

E aí, os amigos conseguem identificar onde fica a detalhada luminária?

Quem olhar todos os pontos com bastante atenção, vai encontrar algumas dicas válidas na imagem…

Boa sorte a todos.

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.