Médica Letícia Kuhnert assumirá o Raul Sertã

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Para pensar

“A maioria dos homens vive uma existência de tranquilo desespero.”

Henry David Thoreau

Para refletir

“Não existe democracia onde impera a corrupção, a injustiça, a mentira e a hipocrisia.”

Mauro Roberto

Batom na cueca (1)

A despeito da estrondosa gravidade das mais recentes revelações, parece difícil encarar com surpresa a tentativa de obstrução da Justiça praticada pelo (ainda) presidente Michel Temer, depois de termos visto, meses atrás, as gravações do (hoje) senador Romero Jucá explicitando as motivações da grande reviravolta política vivida pelo País no último ano.

Batom na cueca (2)

Não se trata de santificar ninguém, nem tampouco reduzir a complexidade do processo em curso, mas simplesmente de aceitar que por trás de tudo houve e há a preocupação em evitar que a verdade das relações que há décadas governam o País sejam expostas, sujeitando seus agentes às penalidades previstas pela enorme discrepância entre o Brasil que deveríamos ser, e aquele que de fato somos.

Não vai parar?

Entre todos os estilhaços da bomba metafórica que explodiu em Brasília na noite de quarta-feira, 17, o que assusta mais é observar que todas as provas só puderam ser coletadas porque o pagamento de propinas e as tentativas de obstrução continuaram a ocorrer, mesmo quando nos bastidores o quebra-cabeças já havia sido montado quase que integralmente.

Momento perigoso

É profundamente desanimador observar que o sistema se reinventa, e parece simplesmente não saber operar de maneira diferente e honesta.

Pessoas abomináveis enriquecem (ainda mais) dentro da cadeia simplesmente para que fiquem de boca fechada, enquanto aqui fora - tão deprimente quanto - nos deparamos com um assustador vácuo de novas lideranças e um cenário de fragmentação social e econômica que parece expor o País ao risco iminente de um novo Collor, um salvador da pátria de ocasião, construído para dar novo rosto a velhos esquemas.

Aspas

Lá no Canadá, o competente jornalista petropolitano Rafael Maia resumiu o sentimento com perfeição.

“A gente tira onda, se alfineta, posta meme, e o Brasil segue governado por meia dúzia de empresários que sustentam a classe política com malas de dinheiro para que seus interesses sejam priorizados e preservados. Os mesmos empresários que hoje ocupam posição de anti-heróis na narrativa da vida pública nacional e compram a liberdade entregando seus patrocinados e pagando multas multimilionárias. Os agentes públicos desse jogo vão mudar, isso não tem volta. Mas, o jogo em si, esse muda quando? E o povo? E o povo?”

Interrogações

Evidentemente as polêmicas reformas trabalhista e previdenciária perdem força em momento de tamanha instabilidade, mas essa até parece ser uma notícia de menor relevância na atual conjuntura.

Evidentemente a disputa pelo discurso já está mobilizando marqueteiros, a fim de produzir versões e soluções que sirvam aos mais diversos interesses.

Sabedoria milenar

É hora, portanto, de serenidade e união popular.

Hora de lembrar que uma das estratégias mais eficazes de dominação de um povo passa pela sua desunião.

Lá e cá

A prática de comprar o silêncio de terceiros, infelizmente, não é restrita a Brasília.

Por aqui, se olhar direito, também é possível ver sintomas flagrantes dessa prática.

Quando um vereador não entrega um companheiro que - todos sabem - esteve envolvido em ato ilícito, ou quando um assessor exonerado por ter sido pego em flagrante é nomeado novamente meses depois, sem jamais ter deixado de atuar, por exemplo.

Nova direção

O Massimo antecipou ontem, em primeira mão, que Paulo Eduardo estava deixando a direção-geral do Hospital Raul Sertã.

Pois bem, o colunista pode confirmar que a unidade passa a ser dirigida pela médica Letícia Kuhnert, friburguense de 34 anos.

Nos bastidores, mesmo vozes de oposição reservam elogios à nova diretora, a quem o Massimo deseja boa sorte.

Tem remédio?

Os vereadores Wellington Moreira, Professor Pierre, Marcinho, Johnny Maycon e Zezinho do Caminhão passaram mais de seis horas na Secretaria de Saúde entre o fim da manhã e o início da tarde de ontem, 18, aguardando para que pudessem ter vistas ao documento de empréstimo dos medicamentos “emprestados” pela Unir ao Raul Sertã, bem como ao processo 1077.

Apuração

A alegação - bastante séria - é de que o chamado Poder Dever, de competência constitucional, lhes estaria sendo tolhido.

Noutras palavras, eles não estariam podendo fiscalizar.

Os parlamentares levaram a nova reclamação à Justiça, e o entendimento do colunista é de que o Ministério Público Estadual irá aceitar as denúncias e abrir processo para investigar determinadas práticas levadas adiante no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde.

Opinião

O Massimo entende que se os documentos existem, então devem ser compartilhados com quem tem o direito - e o dever - de fiscalizar.

Da mesma forma, assumindo que tudo foi feito dentro da legalidade, então a investigação do MP deve ser vista com bons olhos por todos os envolvidos, a começar pelo próprio governo.

No fim - e ninguém deve ser contra isso - o que importa é a transparência.

Copa SAF

A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude e a Comissão Central Organizadora convidam para o lançamento da Super Copa SAF de Futebol 2017, maior competição de futebol amador da região.

A cerimônia acontece hoje, 19, às 18h30 no auditório do Centro Administrativo Cesar Guinle, 3º andar.

Luta Antimanicomial

Também hoje, às 20h, a Universidade Estácio de Sá realiza evento sobre a luta antimanicomial.

Haverá roda de conversa, e o conhecido Silvio Poeta, que sempre participa dos desafios propostos pela coluna, irá palestrar dando a visão do usuário da rede de saúde mental.

Febre amarela

A Associação Médica de Nova Friburgo, capitaneada pelo ginecologista Carlos Pecci, em conjunto com a Sociedade Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj) convida a classe médica, odontológica, de enfermagem, assistentes sociais e psicólogos para participarem hoje, 19, de palestra sobre as causas, sintomas, diagnóstico e tratamento da febre amarela.

A palestra será proferida pela médica infectologista Delia Engel e ocorrerá às 19h no auditório do Hospital Unimed.

Resposta

Responderam corretamente o desafio de ontem, até o fechamento da coluna, os parceiros Cláudio Damião, Girlan Guilland, Marcelo Machado, Angelo Rangel, Silvio Poeta, Ana Blue e Fernando José.

Aspas (2)

“A imagem mostra o busto de Dante Alighieri, escritor, poeta e político florentino, considerado o primeiro e maior poeta italiano, autor da Divina Comédia, cujo monumento encontra-se no Largo do Encontro, em frente ao Edifício Itália, onde funcionou um dia o suntuoso prédio do Circulo di Itália, fechado na Segunda Guerra; depois foi cadeia pública e finalmente demolido para dar lugar ao prédio, um dos mais altos da cidade, e que se impõe na paisagem do início da Avenida Comte Bitencourt”, explicou Girlan.

Aspas (3)

“Vale lembrar que o terreno onde foi construído o prédio foi motivo de doação do Consulado da Itália por intermédio do falecido Padre Fernando Sperzagni”, complementou Marcelo Machado.

Parabéns a todos.

Pergunta

A pergunta de hoje dá enorme satisfação ao colunista, uma vez que a foto foi feita e enviada pelo mestre e amigo Eloir Perdigão.

Aos amigos, a pergunta: onde foi que o grande jornalista capturou este detalhe?

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.