Jogo duro

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 14 de março de 2018

Para pensar:

"A justiça, cega para um dos lados, já não é justiça. É preciso que enxergue por igual à direita e à esquerda."

Para refletir:

"Muitos pequenos riachos fazem um grande rio."

Provérbio dinamarquês

Jogo duro

O governo municipal deve anunciar nos próximos dias mudanças relativas ao Hospital Maternidade Doutor Mário Dutra de Castro.

Mudanças estas que, tão logo sejam confirmadas, hão de dar (mais) uma boa referência sobre o choque de forças nos bastidores da Saúde.

E que devem seguir a mesma tendência já observada em outro teatro de guerra: a ortopedia do Hospital Raul Sertã.

1 a 0

O leitor não viu nenhuma notícia recente sobre a ortopedia, mas pode acreditar que, dentro do contexto atual, isso já é uma notícia em si.

Afinal, não eram desconsideráveis as forças em atuação para que houvesse sim mudanças significativas.

Prevaleceu, contudo, a vontade do "ministro sem pasta".

2 a 0?

Já na maternidade, é a gravidade que parece estar invertida.

Espera-se, por lá, a nomeação, em cargo elevado, de personagem recentemente enquadrado por um dos "donos da caneta".

É o que se chama de "cair para cima".

A se concretizar a previsão, será o segundo gol sofrido pelo time "com camisa", se é que o leitor me entende.

Quem perde

Cá entre nós, independentemente de quem vença este cabo de guerra, a tendência é que a população saia perdendo.

Freixo na serra

O deputado estadual Marcelo Freixo (Psol-RJ) cumpre agenda em Nova Friburgo na próxima segunda-feira, 19.

Seu principal compromisso acontece às 19h, no auditório da Universidade Estácio de Sá, onde irá palestrar para estudantes sobre a intervenção federal.

Sem estrutura

A direção da Faol entrou em contato com o colunista para atualizar a lista de linhas que neste momento estão comprometidas por problemas estruturais.

Ao todo, 17 rotas estão em situação precária ou paralisadas em consequência de lama, buracos, deslizamentos, irregularidades no piso, riscos estruturais ou inviabilidade quando sob chuva.

Lista

São elas: Alto do Catete (suspenso por muita lama na estrada); Catarcione Romualdo Machado (está manobrando no depósito de água devido a um buraco na Rua Antônio Banja); Cordoeira, micro (passando pela Rua Dom Bosco); Fazenda da Laje (indo até a entrada da vila por irregularidades no piso); Granja Mimosa (não está indo por irregularidades no piso); Macaé de Cima (está indo até a água mineral, muita lama na estrada); Maringá Progresso (não está indo ao loteamento do cemitério sob alegação de obras irregulares); Pilões (está indo até o asfalto, muitos buracos); Ponte Branca (não está indo graças a um buraco na estrada).

Segue

Riograndina via Maringá (em caso de chuva manobra no armazém); Rua Clarindo da Rosa Teixeira (circulando de forma precária pois abriu um buraco perto do supermercado); Santa Bernadete e São Cristóvão (rotas alteradas para evitar buracos);  Tingly (não está indo ao ponto final por irregularidades no piso); Vargem Alta (está indo até o Enzo Motta porque caiu um pedaço da estrada); Vargem Alta via Stucky (rota alterada por desmoronamento e ponte sem condições de uso); Vale da Luz (não está indo, graças aos muitos buracos).

Sobre trilhos

Dos ônibus a coluna segue para os trens sem perder o embalo.

Como os leitores estão cansados de saber, o colunista é um entusiasta do transporte sobre trilhos, e integrante de primeira hora do nosso querido e valente Clube do Trem.

A coluna, portanto, jamais se furtaria a ajudar numa campanha de preservação de nossa memória ferroviária, muito menos a pedido de tantos colegas abnegados.

Vota lá!

Se o amigo leitor concorda que o Brasil precisa tratar o quanto antes de preservar e recuperar sua malha ferroviária, então dedique uns poucos minutos a visitar o portal de cidadania, do Senado Federal, e manifestar seu apoio à ideia de criar o programa de recuperação do trecho ferroviário Mauá-Fragoso, em Magé, primeiro trecho ferroviário do Brasil.

Se chegarmos a 20 mil apoios a matéria será promovida a sugestão legislativa e levada a plenário.

A coluna agradece de antemão por qualquer ajuda.

Convocação

Em entrevista exclusiva para A VOZ DA SERRA o presidente da Câmara, vereador Alexandre Cruz, disse dias atrás que a convocação de quatro dos 13 concursados aprovados no mais recente processo seletivo promovido pelo Legislativo municipal seria imediata.

Pois bem, as primeiras vagas a serem preenchidas foram finalmente confirmadas.

São elas: adjunto legislativo, oficial administrativo, almoxarife e auxiliar administrativo.

Atenção!

Os classificados devem apresentar os documentos indicados no edital no setor de Recursos Humanos da Casa Legislativa amanhã, 15, a partir das 14h.

O candidato que não comparecer no dia e horário estabelecidos ou por qualquer motivo não apresentar a documentação e exames exigidos, perderá automaticamente o direito à nomeação.

Confere lá

Para consultar a lista com as informações sobre a convocação, os candidatos devem acessar o site do Legislativo (www.novafriburgo.rj.leg.br) e clicar na aba “Convocação dos aprovados”.

Pergunta

Para animar a quarta-feira, a coluna tem a honra de publicar mais uma foto de Regina Lo Bianco, de um lugar que todo friburguense tem a obrigação de conhecer.

E então, quem sabe dizer onde fica?

Boa sorte a todos!

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.