Heróis

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Para pensar:

Destruir é muito mais fácil do que construir. Destruir não demanda comprometimento, não demanda coragem, não demanda criatividade, não demanda entrega. Destruir não torna ninguém especial.

Para refletir:

“O orgulho de quem não pode construir é destruir.”

Alexandre Dumas

Drama

Quando a coluna do fim de semana estava sendo fechada já havia preocupantes focos de incêndio próximos ao centro urbano de Nova Friburgo.

Ainda assim seria muito difícil imaginar a dimensão do drama que iria marcar todo o fim de semana.

O colunista se deslocou a diversos dos pontos atingidos e pode dizer: é tudo muito triste.

E misterioso também.

Imprecisão (1)

A experiência mostra que, onde a informação não chega, prolifera a desinformação.

Pessoalmente ou através de redes sociais, são incontáveis as manifestações de crenças em maior ou menor grau a respeito da participação humana na origem de tais focos de incêndio.

O colunista também ouviu a opinião de alguns bombeiros, que em determinados casos acreditavam mesmo que o incêndio teria sido provocado.

Imprecisão (2)

Há alguns anos o colunista teve oportunidade de entrevistar um engenheiro do Ibama, que à época assegurou que em nossa região nenhuma das experiências feitas registrou casos de combustão espontânea.

O que não significa dizer que seja impossível de acontecer.

Contra a impunidade

E é justamente por este grau de indefinição, e por todas essas suspeitas que dele advém, que é tão importante que a sociedade se mobilize para ajudar a esclarecer a origem de tais eventos.

Porque, se alguém tem iniciado essas queimadas - de forma deliberada ou não -, então essa pessoa precisa responder por isso, no âmbito que lhe couber.

Inclusive, se algum leitor tiver informações precisas a esse respeito, fará muito bem se as encaminhar às autoridades competentes.

Alienação

Quando falou em tristeza, logo no início da coluna, o Massimo não tinha em mente apenas o estrago ambiental, o desespero de animais e seus filhotes, ou o impacto sobre a resistência de tais locais às chuvas de verão.

O colunista também estava pensando na alienação de grande parte da população, tão evidente nesses dias que passaram.

A indiferença de vários jovens machucou de maneira especial.

Heróis (1)

O Massimo evitou falar sobre a tragédia ocorrida na creche de Janaúba, poucos dias atrás, mas diante do dia dos Professores, celebrado no último domingo, 15, e também do que aconteceu em Nova Friburgo no mais recente fim de semana, a reflexão torna-se inevitável.

Heróis (2)

Naquela triste ocasião o Brasil foi apresentado a uma heroína que arriscou - e perdeu! - a própria vida para salvar alguns de seus alunos, atacados covardemente.

Mas é preciso entender que Heley Abreu Batista não se tornou uma heroína somente ali, quando a oportunidade de se sacrificar lhe foi apresentada.

Essa professora foi uma heroína desde sempre, uma pessoa disposta a tal entrega, e provavelmente jamais recebeu da sociedade o tratamento que fazia por merecer.

Como ela, precisamos ter em mente, existem muitos outros professores heróis por aí.

Heróis (3)

Postura semelhante pudemos ver aqui pertinho, por parte destes bravos bombeiros.

Na Rua Augusto Spinelli, por exemplo, noite do último sábado, 14, o fogo ameaçava casas e era possível ver, lá no meio do mato, a luz de uma pequena lanterna e o esguicho de uma mangueira.

O Massimo tira o chapéu para esses vocacionados - bombeiros e professores - que precisam ser muito mais valorizados caso desejemos uma sociedade mais justa.

Brigadas

Em contraponto à alienação de muitos jovens, houve outros dispostos a ajudar, procurando informações a respeito da existência de brigadas civis voluntárias.

O Massimo não soube informar, e agradece por qualquer informação que possa ser compartilhada.

Aliás, o espaço aqui na coluna está aberto para que este tipo de colaboração possa se estabelecer em nossa cidade, sempre sob orientação do próprio Corpo de Bombeiros.

Paradoxo

Para encerrar este tema por hoje, uma breve reflexão.

Incêndios de grande proporção em Nova Friburgo e ainda muito maiores em Portugal, em pleno mês de outubro.

Época atípica para isso, tanto no hemisfério norte quanto no sul.

Algo soa estranho nisso tudo, e resta esperar que o verão passe sem maiores sustos.

Começou!

Conforme a coluna havia noticiado em primeira mão, Nova Friburgo está sediando nesta semana dois importantes eventos do meio acadêmico nacional: o 20º Encontro Nacional de Modelagem Computacional e o 8º Encontro de Ciência e Tecnologia de Materiais.

Presenças

A lista de presentes ao longo dos eventos dá uma boa dimensão da relevância dos trabalhos.

Na inauguração do Laboratório Patrícia Oliva, por exemplo, estavam presentes o reitor da Uerj, Ruy Garcia Marques; a vice-reitora, Maria Georgina Washington Muniz e os professores Luiz Antônio Campinho Pereira Mota (CTC/Uerj); Marinilza Bruno de Carvalho (Departamento de Inovação); e Roberto Dória, chefe de gabinete da reitoria.

À próposito...

E já que falamos em dia do professor e em educação de ponta, eis uma iniciativa bacana.

Para celebrar a data, o professor Ricardo Lengruber convida os colegas docentes para acessarem seu site e baixarem gratuitamente o livro Profissão: Professor, “com reflexões sobre a lida docente, a sala de aula e o universo professoral com seus encantos, limites e desafios”.

Basta acessar e baixar o eBook na área de “livros” da página www.ricardolengruber.com

Respostas

Após alguns dias de descanso o desafio fotográfico retornou, mas apenas os guerreiros Stênio de Oliveira Soares e Sílvio Poeta enviaram respostas identificando o jardim localizado em frente ao restaurante Esquina Dois, no Paissandu.

Parabéns a ambos!

Aliás, a coluna anda sentindo falta dos parceiros que costumavam participar da brincadeira.

Sugestões são bem-vindas.

Pergunta

E para animar a turma, segue mais uma bela foto assinada pela talentosa Regina Lo Bianco - que já poderia fazer um excelente livro apenas com as fachadas que andou dividindo com a gente nos últimos tempos.

E então, quem se habilita a dizer onde ela fez a imagem?

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.