Direitos dos animais

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sexta-feira, 01 de dezembro de 2017

Para pensar:

“As únicas pessoas que realmente mudaram a história foram os que mudaram o pensamento dos homens a respeito de si mesmos.”

Malcolm X

Para refletir:

“Não há passageiros na nave espacial Terra; somos todos tripulação.”

Marshall McLuhan

Direitos dos animais (1)

A convite do vereador Joelson do Pote – que, é justo registrar, tem se revelado um importante defensor da causa animal na atual legislatura –o plenário da Câmara Municipal serviu de palco na sessão de terça-feira, 28 de novembro, para uma pertinente palestra ministrada por Vinícius Escobar, mestre em Direito pela UFRJ, a respeito de avanços e tendências nos direitos dos animais.

Direitos dos animais (2)

E não parou por aí, pois Joelson já convidou Vinícius a colaborar nesta seara com os trabalhos da comissão que vem trabalhando arduamente na elaboração da nova Lei Orgânica Municipal.

Aproveitando o gancho, o colunista sugeriu a Joelson que elabore projeto voltado a assegurar que todo novo projeto de estrada municipal abrigue, obrigatoriamente, pontos de travessia segura para animais.

O vereador demonstrou interesse em trabalhar na matéria.

Tração animal (1)

E já que falamos em avanços na proteção animal, o colunista tem o prazer de informar que está prevista para a próxima semana a segunda discussão do corajoso projeto de lei de autoria do vereador Wellington Moreira que dispõe sobre a proibição de utilização de veículos movidos a tração animal e a exploração animal para esse fim, em Nova Friburgo.

Tração animal (2)

A expectativa do vereador é que o projeto seja aprovado sem que a casa legislativa imponha grandes dificuldades.

“A importância dessa lei reside no fato de que, se aprovada, ela colocará fim a um histórico de sofrimento e abuso cometido com animais. Não podemos mais permitir que nos dias de hoje tanta crueldade seja banalizada e tratada como normal”, argumentou Wellington Moreira.

O Massimo assina embaixo.

Dupla função

A recente aprovação de lei que proíbe, no município do Rio de Janeiro, a chamada “dupla função” para motoristas de ônibus, os quais, na ausência do trocador, são obrigados a lidar com o dinheiro das passagens, animou o vereador Zezinho do Caminhão.

O parlamentar já havia elaborado um projeto de natureza semelhante, que não foi protocolado no passado por apresentar semelhanças com outro de autoria do ex-vereador Ricardo Figueira.

Detalhes

A redação do projeto estabelece prazo de quatro meses para que a concessionária providencie a adaptação de seus veículos e de seu quadro de pessoal a essas normas, especificando que o descumprimento implicará em advertência por escrito e, em caso de reincidência, multa de R$ 5 mil por cada infração autuada.

O projeto também aponta que os recursos provenientes da aplicação de multas serão destinadas ao fundo de Compensação Tarifária.

O colega Alerrandre Barros assina reportagem na página 3 desta edição com mais informações sobre a polêmica.

Por falar nele...

E já que falamos em Zezinho do Caminhão, ele protocolou ontem, 30 de novembro, representação junto ao Ministério Público Federal, assinada também pelos vereadores Professor Pierre, Johnny Maycon, Wellington Moreira e Marcinho, que pede instauração de inquérito para identificação de nomeações que possam estar ferindo os princípios da razoabilidade e da economicidade.

Cá entre nós...

Tem vereador que treme e perde os cabelos só de ouvir falar nessas palavras aí.

Fala, leitor!

“Massimo, gostaria do apoio da sua coluna para fazer chegar aos governantes (municipal, estadual e federal) o perigo que corre Conselheiro Paulino de ter novamente uma grande enchente. O consórcio que está executando os serviços de construção do muro do Rio Bengalas está fazendo, no trecho entre Duas Pedras e o Prado, a retirada de uma grande quantidade de areia e outros entulhos que estão assoreando o rio, e ele está ficando com uma calha limpa que comporta uma grande quantidade de água proveniente de uma grande chuva.”

Segue

“Acontece que no trecho que está próximo à ponte principal de entrada para Conselheiro Paulino os muros de contenção junto às margens do Rio Bengalas foram executados por outra firma, a qual deixou o rio muito assoreado, com uma calha entupida que comporta apenas uma pequena quantidade de água em caso de grande chuva. Em função disso, é grande a chance de ocorrer um transbordamento que inundaria o centro e as áreas próximas de Conselheiro Paulino”.

Assina a mensagem o leitor Gustavo José Knust.

Maldade

Pescado da página do professor João Baptista de Abreu, no Facebook:

“Alguém sabe a semelhança entre o goleiro Muralha e o PSDB? É que na hora da decisão os dois caem sempre para a direita.”

Maldade...

Pergunta

Só para variar, o colunista ficou encantado com mais esta obra de arte assinada por Regina Lo Bianco.

A sensação de movimento do outro lado da porta dá a impressão de que estamos olhando para a tela vertical de uma televisão, e não o ponto de entrada e saída de um imóvel tradicional em nossa cidade.

E então, os amigos conseguem identificar onde o clique foi feito?

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.