Amâncio ou Paulo Azevedo?

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Para pensar:

“A vaidade é um princípio de corrupção.”

Machado de Assis

Para refletir:

“O elogio é um meio muito usado, mas sempre novo, de render homenagem à vaidade alheia.”

José de Alencar

Mundo paralelo

Há poucos dias, numa conversa informal, um vereador respeitável avaliou que a atual legislatura em nossa Câmara Municipal tem se mostrado pouco produtiva, gastando energia e tempo preciosos na criação de polêmicas de menor importância, enquanto a cidade sofre as consequências de diversos problemas que mereceriam atenção muito maior dos parlamentares.

Pensando a respeito, o Massimo se sente inclinado a concordar.

Alienação (1)

Afinal, enquanto a situação dos profissionais da Saúde cujo vínculo se dá por RPA se deteriora, concursados aguardam convocação e nomeações e gratificações convivem com grande contingente de profissionais concursados cujos salários base se encontram abaixo do mínimo nacional, a gente fica aqui debatendo a realização de rodeios e a mudança de nomes em logradouros.

A crítica não se aplica a todos os parlamentares, de forma alguma.

Mas à maioria deles sim.

Alienação (2)

Enquanto a mobilidade urbana demanda avanços urgentes na qualidade do transporte coletivo e na utilização de bicicletas como modal, o plenário se vê obrigado a deliberar sobre temas como essa embaraçosa matéria voltada a alterar o nome do imóvel que abriga a Câmara Municipal.

Sem sentido

A rigor, a proposta representa uma “homenagem de grego”, se é que podemos definir assim, uma vez que parte do princípio que o ex-prefeito Paulo Azevedo teria preferido homenagear a si próprio do que a seu tio, Amâncio Mário de Azevedo.

Sim, porque sem que assumamos tal pressuposto pouco nobre, seremos obrigados a admitir que a pretensa homenagem está, na verdade, indo contra a vontade manifesta do próprio homenageado — e isso nos coloca diante de um absurdo completo.

Sintomático

Falando francamente, é o tipo de episódio que nenhum dos ex-prefeitos envolvidos merecia protagonizar.

O tipo de ideia que só pode fazer sentido numa mente vaidosa e egocêntrica o bastante para acreditar que alguém iria preferir homenagens pessoais em detrimento do reconhecimento à memória de um ente querido.

Coisa de “Jênio”, enfim.

Agenda cheia

A 9ª Subseção da OAB/RJ, em Nova Friburgo, está com agenda de eventos mais do que cheia para este mês de setembro.

Na próxima sexta-feira, 15, a entidade abre suas portas para o lançamento do livro “Cognição Sumária, Cognição Exaustiva e Coisa Julgada”, de José Aurélio de Araújo, a partir das 19h.

Defesa do Consumidor

Já no dia 22 é a vez de Maria de Fátima Almeida apresentar sua oficina de Parentalidade, às 18h30.

Em seguida, no dia 26, a entidade será palco para palestra sobre os 27 anos do Código de Defesa do Consumidor, ministrada pelo competente André Abicalil, que tem feito excelente trabalho na coordenação do Procon, também às 18h30.

Reforma Trabalhista

No dia seguinte, 27, é a vez do juiz do trabalho Luis Guilherme Bonin e da advogada e coordenadora de pós-graduação Nívea CorcinoLocatelli Braga apresentarem (imperdível) palestra a respeito dos “Principais Aspectos da Reforma Trabalhista”, a partir das 19h.

Em seguida, no dia 28, o juiz federal Elmo Gomes de Souza palestra sobre “Contas Públicas na Previdência”, às 18h30.

Processo eletrônico

E, para encerrar, no dia 29 a presidente da CDTI-OAB/RJ, Ana Amélia Menna Barreto, fará uma apresentação sobre Módulo Novo CPC e Processo Eletrônico, das 10h às 13h.

Todos os eventos acontecem no próprio auditório da 9ª Subseção, na Rua Ernesto Brasílio, anexo ao antigo fórum.

Mosca na sopa

Como o Massimo já disse certa vez, o ex-vereador Cláudio Damião deixou a Câmara ao fim do ano passado, mas a Câmara ainda não o deixou.

Em sua maratona de requerimentos protocolados nos mais diversos órgãos, agora foi a vez de apresentar uma indicação, aos cuidados do prefeito, para que sejam construídas faixas de travessia “com relevo superior, ao nível da superfície da via, ou seja, próximo ao nível da calçada, para facilitar a travessia de pedestres, idosos, cadeirantes, carrinhos de bebê, etc”.

Trafficcalm

A redação refere-se ao aparato conhecido como “trafficcalm”, espécie de quebra-molas que cumpre também a função de suavizar a travessia para pessoas com mobilidade reduzida.

Ou vice-versa.

A mesma indicação foi tentada por duas vezes no governo anterior, em 2013 e 2014, sem obter qualquer resposta.

Errata

O Massimo cometeu um erro ao informar sobre a vinda de IlonaSzabó a Nova Friburgo no início de outubro.

Ao contrário do que a coluna informou, os dois eventos de lançamento de seu livro não serão no Nova Friburgo Country Clube, mas sim no Teatro Municipal Laercio Rangel Ventura.

O colunista pede desculpas a todos pelo equívoco.

Respostas

Os craques Stenio de Oliveira Soares, Silvio Poeta e Rosemarie Künzel reconheceram no desafio de ontem o cantinho do Jaburu, em homenagem ao insubstituível Júlio César Seabra Cavalcanti, nos jardins do Nova Friburgo Country Clube.
Êh saudade!
A quem não conhece o local, fica o convite para uma visita.

Pergunta

Regina Lo Bianco continua dando belos presentes a todos nós, ao nos emprestar seu talento e sua visão.

E então, amigos: quem se atreve a dizer onde ela fez este lindo clique?

Boa sorte a todos!

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.