A prefeitura adquire a estação de passageiros da Leopoldina

Há 50 anos

Há 50 anos

Coluna que mostra o que foi notícia em A Voz da Serra 50 anos atrás.

sábado, 14 de abril de 2018
Foto de capa

Edição  de 14 e 15 de abril de 1968

Pesquisado por Guilherme Alt

Manchete:

  • A prefeitura adquire a Estação de Passageiros da Leopoldina - Com a aprovação, pelo Legislativo, da mensagem do prefeito Amâncio Azevedo, sobre a aquisição do prédio da Leopoldina, onde funcionou a estação de passageiros – Rua Alberto Braune – dentro de poucos dias estará sendo assinada a escritura respectiva, já que todos os detalhes foram combinados com a Rede Ferroviária Federal.
  • A “União popular” - Com sua criação e instalação será substituída a “frente ampla”. Com isso, vai, gozadamente, se tornar inoperante a famosa portaria do Ministro da Justiça que colocou a segunda fora da lei. O deputado João Herculino engrossa o combate ao ato ministerial, declarando no plenário: “A portaria revigora aos Atos Institucionais e constitui um atentado sem precedentes à ordem pública brasileira”.
  • O banquete ao deputado Edgard de Almeida - Conforme anunciamos, o deputado – secretário de estado, Edgard de Almeida será homenageado com um imponente banquete. O tributo que será prestado ao querido homem público que Friburgo tanto ajudou a levar ao Parlamento nacional, ultrapassa ao âmbito, dos seus correligionários do MDB, para tornar-se um acontecimento social dos mais importantes. É que o deputado Edgard de Almeida está sempre colocado nos sentido dos legítimos interesses da terra friburguense e pronto para batalhar pelo seu próprio povo.

Sociais

  • AVS registra os aniversários de: Laura Milheiros de Freitas (13), Laercio Rangel Ventura (14), Luzia Bazzetti (15), Dilma Ventura, Gisela Bastos, Roberto Abicalil, Waldir Ramalhete e Hilda Thurler (16), José Brasil Emerick (17), Eliana Pereira, Galdino Cariello (18), Pastor Johannes Schullup (19), Péricles Alves, Virgininha Azevedo e Esther Weber (20).

Colunas:

  • Em “Nova Friburgo na Sociedade”, W. Robson assina “Museu Histórico”. A notícia é doce como o primeiro beijo, que a gente cheio de dedos sapeca na namorada. É entusiástica como a gente pula na Geral do Maracanã, ante um “goal” de Edu. É reconfortante, como os santos sermãos do padre José. O poder executivo friburguense  se interessa pela organização de um Museu Histórico. Pelo menos o seu Boletim Informativo nos manda este recado, em forma de notícia mimeografada. Não é de hoje, desde a profícua administração de José Eugênio Muller que sugerimos a criação do Arquivo Histórico da cidade. E naquela época, ficamos deveras penalizados ao vermos uma preciosa documentação sobre o passado deste município, desde o primórdio da sua fundação, como constrangedoras pirâmides de papéis velhos a servirem de banquete para as traças.

Anúncio:

  • Tire a família e entre no negócio

 

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Há 50 anos

Há 50 anos

Coluna que mostra o que foi notícia em A Voz da Serra 50 anos atrás.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.