“Fundação de Friburgo”

Há 50 anos

Há 50 anos

Coluna que mostra o que foi notícia em A Voz da Serra 50 anos atrás.

sábado, 11 de novembro de 2017

Edição 11 e 12 de Novembro

Pesquisado por Guilherme Alt

Manchetes:

  • Deputado Edgard de Almeida nomeado para secretário de Estado: O representante friburguense na Câmara e integrante da frente parlamentar fluminense, atendeu ao convite do governador Geremias Mattos Fontes.
  • Discordamos do senhor prefeito municipal: Ilmo.Sr. Américo Ventura Filho, diretor de A VOZ DA SERRA. Tendo recebido dos senhores Pedro Cúrio de Décio Monteiro Soares, teses versando sobre as controvérsias da data de fundação deste município, tenho a súbita honra de solicitar o comparecimento de V. Sa, na sede da Academia de Letras, no próximo dia 11, às 15h, para fornecer o indispensável pronunciamento de seu talento e cultura, acerca de tão magno assunto. Sirvo-me de ensejo para os protestos de elevada estima consideração. Dr. Amâncio Mário de Azevedo – Prefeito.
  • Justiça às professoras primárias: Em pronunciamento vivamente aplaudido pelo deputado Álvaro de Almeida, o deputado Alberto Torres ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer a defesa das professoras primárias estaduais, cujos vencimentos constituem uma injúria que precisa ser o quanto antes corrigida. Com dados inquestionáveis, Alberto Torres demonstrou, citando as leis, que o professor primário foi beneficiado com o aumento pelos governos Celso Peçanha e Badger Silveira, sem falar no de Paulo Torres, durante o qual foram majorados, duas vezes os vencimentos do funcionalismo.

Pílulas:

  • Voltar!!! Como? O jornal do mestre Aguilera diz que a máquina vai voltar... alegando que o ministro Andreazza assim garantira. Perguntamos, como? Isto aqui ainda não é terra de ninguém. Há em Friburgo um prefeito eleito pela maioria absoluta do nosso eleitorado por enquanto não temos outra revolução para mandos ditatoriais.
  • Pagando pra ver. O vereador Aguilera – líder arenista na nossa Câmara – poderia ter dito que quando fosse prefeito garantiria a volta de uma máquina para o pequeno lago no nosso principal jardim. Aliás, fala-se em eleição no próximo ano e uma vitória eleitoral de sua senhoria tornaria válida a promessa. De Sua Senhoria ou de um correligionário seu.  De contra maneira, estamos “pagando pra ver”.
  • Vamos conhecer atitudes: Se não desviaram a edição de  A VOZ DA SERRA criminosamente, o governador Geremias já recebeu o jornal em a qual consta a perseguição ao feitor da estrada de Lumiar. O MDB também vai reclamar oficialmente, para ver até onde vai a justiça palaciana. Se a dita justiça executiva falhar, o legislativo vai ter algum trabalho, o que afinal não é nada demais, pois para isso o povo manda seus delegados às assembleias. Conheceremos atitudes, exprobaremos covardes e acomodações, doa a quem doer.
  • Muito vivaldino. Muito “vivaldino” o vereador Aguilera quis logo tomar conta do “cadáver” da máquina ferroviária que a doidice fizera colocar no nosso principal jardim e em cima de um arcabouço de um ex-lago. O seu colega Valadares que tanto se esmerara no preparo do “prato” foi totalmente engolido.
  • Listas fabricadas. Para que a “coisa” rendesse o máximo foram “fabricadas” listas com solicitação ao ministro Andreazza para mandar outra máquina a Friburgo. O nome do mencionado militar vem sendo apregoado como salvador da campanha, já que dado como garantido a chegada à nossa terra da dita cuja. O “fabrico” da lista é expediente muito manjado o qual nenhuma autoridade que se preze dá o mínimo valor, somente servindo para que  conhecesse o prefeito Amâncio Azevedo, certos palhaços que prepararam o “miolo”, e vários inocentes que saíram pelas ruas e fábricas colhendo nomes, inclusive de menores e até inexistentes.

Colunas:

  • Em “Ordem do Dia”, Pedro Cúrio assina “Fundação de Friburgo”. “Atendendo a nossa solicitação o prezado dr. Amâncio Azevedo, vibrante democrata e prefeito, houve por bem convocar uma comissão de professores e figuras representativas do mundo cultural friburguense, no sentido de esclarecer em definitivo, as divergências quanto a data da fundação deste município. Para solucionar a controvérsia não se torna mister erudição, citações de autores, buscas em arquivos, exemplos, de outros municípios e cidades, prolixidade de leis, decretos, resoluções, histórias de igrejas, discursos, tradições, formando difíceis palavras cruzadas, pois tudo se resume a interpretação dos quatro itens seguintes, pouco importando que os antepassados tivessem se equivocado nas opiniões, decisões e soluções.

Sociais

  • AVS registra os aniversários de: Higino Orlando, Jacinta Sertã (12), Jayro Winter, Leida Rocha (13), Antônio Vanzillota, Dorphilio Eyer (14), Décio Monteiro Soares, João Torres, Benjamin Monteiro (15), Nadyr Cardoso, Aryosaldo de Almeida, José Antônio Ventura (16), Yolanda Azevedo, Sylvio de Beauclair, Hercília Bittencourt (17), Norma de Freitas, Carlos de Azevedo, Lucien Sardou (18).

Anúncio:

  • Para sua segurança sempre use peças genuínas DKW-VEMAG no seu BELCAR.

 

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS:

Há 50 anos

Há 50 anos

Coluna que mostra o que foi notícia em A Voz da Serra 50 anos atrás.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.